Revista Multidisciplinar Pey Këyo Científico - ISSN 2525-8508, Vol. 1, No 1 (2015)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

CONCEPÇÃO DE FORMAÇÃO DOCENTE: ENTRE A UNIVERSALIDADE E A PARCIALIDADE DO SER SOCIAL

Jose Henrique Duarte Neto

Resumo



Este texto é um recorte da fundamentação teórica de nossa pesquisa de doutorado cujo objeto de estudo é o conhecimento escolar no âmbito da práxis curricular das instituições formadoras dos professores que atuam na Educação Básica. Discutimos nesse recorte a relação que se estabelece entre a formação docente orientada pela epistemologia da prática e seu caráter de parcialidade e a perspectiva da epistemologia da práxis como possibilidade da formação centrada na universalidade do ser social. A construção da categoria da parcialidade predominando como universalidade traz importantes contribuições para a análise dos processos históricos e sociais que produzem o ser social. Permite compreender e explicar os mecanismos através dos quais determinados complexos particulares acabam por subordinar complexos mais gerais. A análise pautada na lógica dialética admite que ambos, tendo existência simultânea, constituam-se enquanto uma unidade contraditória e estão em permanentes processos de negação e superação.

 

 

 

 



 

 

 


Texto Completo: PDF